Cadeira Suspensa NR 18

A Cadeira Suspensa tem como norma principal a NR 18.

Esta norma especifica os principais itens para a utilização do EPI Cadeira Suspensa Individual, utilizada principalmente para pintura em prédios.

Confira a parte da NR 18 que dita os procedimentos para uso deste equipamento:

cadeirinha de pintura nr 18

Cadeira Suspensa

18.15.49. Em quaisquer atividades em que não seja possível a instalação de andaimes, é permitida autilização de cadeira suspensa (balancim individual). (118.388-5 / I4)

18.15.50. A sustentação da cadeira suspensa deve ser feita por meio de cabo de aço ou cabo de fibra sintética. (118.389-3 / I4)

18.15.51. A cadeira suspensa deve dispor de: sistema dotado com dispositivo de subida e descida com dupla trava de segurança, quando a sustentação for através de cabo de aço; (118.390-7 /I4) sistema dotado com dispositivo de descida com dupla trava de segurança, quando a sustentação for por meio de cabo de fibra sintética; (118.391-5 / I4) requisitos mínimos de conforto previstos na NR 17 - Ergonomia; (118.392-3 / I4) sistema de fixação do trabalhador por meio de cinto. (118.761-9/I4)

18.15.52. O trabalhador deve utilizar cinto de segurança tipo pára -quedista, ligado ao trava-quedas em cabo guia independente. (118.393-1 / I4)

18.15.53. A cadeira suspensa deve apresentar na sua estrutura, em caracteres indeléveis e bem visíveis, a razão social do fabricante e o número de registro respectivo no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica - CNPJ. (118.394-0 / I2)

18.15.54. É proibida a improvisação de cadeira suspensa. (118.395-8 / I4)

18.15.55. O sistema de fixação da cadeira suspensa deve ser independente do cabo-guia do travaquedas. (118.396-6 / I4)

18.15.56 - ANCORAGEM
*item e subitens incluídos pela Portaria SIT 157/2006.

18.15.56.1 As edificações com no mínimo quatro pavimentos ou altura de 12m (doze metros), a partir do nível do térreo, devem possuir previsão para a instalação de dispositivos destinados à ancoragem de equipamentos de sustentação de andaimes e de cabos de segurança para o uso de proteção individual, a serem utilizados nos serviços de limpeza, manutenção e restauração de fachadas.

18.15.56.2 Os pontos de ancoragem devem:
      a) estar dispostos de modo a atender todo o perímetro da edificação;
     b) suportar uma carga pontual de 1.200 Kgf (mil e duzentos quilogramas-força);
     c) constar do projeto estrutural da edificação;
     d) ser constituídos de material resistente às intempéries, como aço inoxidável ou material de características equivalentes.

18.15.56.3 Os pontos de ancoragem de equipamentos e dos cabos de segurança devem ser independentes.

18.15.56.4 O item 18.15.56.1 desta norma regulamentadora não se aplica às edificações que possuírem projetos específicos para instalação de equipamentos definitivos para limpeza, manutenção e restauração de fachadas.

18.16. Cabos de Aço e Cabos de Fibra Sintética

18.16.1. É obrigatória a observância das condições de utilização, dimensionamento e conservação dos cabos de aço utilizados em obras de construção, conforme o disposto na norma técnica vigente NBR 6327/83 - Cabo de Aço/Usos Gerais da ABNT. (118.397-4 / I4)

18.16.2. Os cabos de aço de tração não podem ter emendas nem pernas quebradas que possam vir a comprometer sua segurança. (118.398-2 / I4)

18.16.2.1 Os cabos de aço devem ter carga de ruptura equivalente a, no mínimo, 5(cinco) vezes a carga máxima de trabalho a que estiverem sujeitos e resistência à tração de seus fios de, no mínimo, 160 kgf/mm2 (cento e sessenta quilogramas-força por milímetro quadrado). (118.762-7/ I4)

18.16.3. Os cabos de aço e de fibra sintética devem ser fixados por meio de dispositivos que impeçam seu deslizamento e desgaste.(118.399-0 / I4)

18.16.4 Os cabos de aço e de fibra sintética devem ser substituídos quando apresentarem condições que comprometam a sua integridade em face da utilização a que estiverem submetidos. (118.400-8 /I4)

18.16.5 Os cabos de fibra sintética utilizados para sustentação de cadeira suspensa ou como cabo-guia para fixação do trava-quedas do cinto de segurança tipo pára-quedista, deverá ser dotado de alerta visual amarelo. (118.763-5 / I4)

18.16.6. Os cabos de fibra sintética deverão atender as especificações constantes do Anexo I - Especificações de Segurança para Cabos de Fibra Sintética, desta NR. (118.764-3/I4)

O Balancim Suspenso Manual e Balancim Suspenso Elétrico, juntamente com o Balancim Suspenso Individual, também utilizam a NR 18 como norma homologada pelo Ministério do Trabalho.

Fabricante Cadeirinha Suspensa

Procurando uma Cadeirinha Suspensa para realizar seus trabalhos em altura? Solicite hoje mesmo um orçamento sem compromisso com nosso Departamento Comercial através de nosso Formulário de Contato, clique aqui! Ou se preferir nos ligue diretamente no telefone 48 3238 9838.

solicite-orçamento

O Grupo IW8 é fabricante de Cadeirinha Suspensa e de uma vasta linha de produtos e equipamentos voltados para atendar as empresas do ramo da Construção Civil.

Onde Estamos

Rodovia João Gualberto Soares 970
Bairro Ingleses
Cep 88.058-300
Florianópolis - SC

E-mail: contato@iw8.com.br

Conheça outros produtos do Grupo IW8

Balancim Manual 3 metros

Escora Metálica

Guincho de Coluna

Mini Grua

Plataforma de Descarga

icone-whatsapp-grupo-iw8-construmaq